top of page

Qual a diferença entre porta sólida e maciça ?

Atualizado: 28 de dez. de 2023

Introdução:


Além de sua estética encantadora, as portas de madeira oferecem uma variedade de opções para atender às necessidades específicas de cada espaço. Para entender qual é a diferença entre a porta sólida e a porta maciça é preciso conhecer também o terceiro tipo que são as portas semissólidas. Neste artigo vamos explorar as diferenças entre cada uma delas e discutir onde são mais utilizadas. Também abordaremos a durabilidade de cada tipo

Tipos de portas de madeira:


1. Portas Maciças: As portas maciças são fabricadas a partir de peças de madeira encaixadas e fixadas umas nas outras com adesivo (cola). Não existem espaços vazios no interior desta porta, por isso são pesadas e resistentes. Por serem maciças, são ideais para locais que requerem segurança e isolamento térmico/acústico, como entradas principais e ambientes comerciais.



2. Portas Sólidas: As portas sólidas, assim com as maciças, não possuem espaços vazios no interior, porém não são feitas apenas com peças de madeira, sendo empregadas chapas de hdf colado nas faces. A diferença delas em relação às portas maciças é que devido à forma como são fabricadas, podem ser inteiras lisas (sem detalhes ou frisos) podendo vir de fábrica com acabamento madeirado ou laqueado. Costumam ser comercializadas sob encomenda, devido ao seu preço mais elevado do que os outros tipos.

Porta Sólida Laqueada Branca
Porta Sólida Laqueada Branca

3. Portas Semissólidas: As portas semi-sólidas possuem alguns espaços vazios no interior, por isso são mais leves, veja aqui como elas são feitas. Assim como as portas sólidas elas podem ter todos os acabamentos de fábrica podendo ser lisas, frisadas, madeiradas ou laqueadas com diferentes cores. São portas que apresentam boa relação entre resistência e peso.



Locais de utilização para cada tipo de porta:



1. Portas Maciças: Devido à sua robustez, as portas maciças são recomendadas para uso em entradas principais de residências e estabelecimentos comerciais, pois são mais resistentes. Devido a esta aplicação, são também conhecidas como portas externas, embora nada impeça que sejam usadas em ambientes internos.

2. Portas Sólidas: As portas sólidas oferecem nível de resistência ligeiramente menor que o das portas maciças. Seu uso só faz sentido em ambientes internos (ou entrada de apartamentos) em que se busca o isolamento térmico e acústico da porta maciça, porém com um visual que só seria possível com uma porta semi-sólida.

3. Portas Semi-Sólidas: As portas semi-sólidas são ideais para todos os tipos de ambientes internos como quartos, salas e escritórios, pois permitem diversos acabamentos e possuem a resistência e peso compatível com estes ambientes.



Durabilidade de cada tipo de porta:

A durabilidade de todos os modelos está diretamente ligado a deixa-las a salvo de água e luz solar direta. Outra dica interessante é: na hora que for pintar, pedir para o profissional dar uma demão de tinta (ou verniz) no topo e na base da porta, aumentando sua impermeabilização!

1. Portas Maciças: As portas maciças são extremamente duráveis e resistentes ao desgaste do tempo. Com a devida manutenção e cuidados regulares, elas podem durar por gerações.

2. Portas Sólidas: As portas sólidas também possuem boa durabilidade e resistência. Com os cuidados adequados, podem durar muitos anos, mantendo sua beleza e funcionalidade.

3. Portas Semissólidas: As portas semissólidas têm a mesa durabilidade das portas sólidas desde que mantidas ao abrigo da água, como qualquer porta (até mesmo as de ferro) . Saiba mais sobre os métodos de fabricação de portas semissólidas aqui.


 
 

Quer ler mais?

Inscreva-se em jatobana.com.br para continuar lendo esse post exclusivo.

276 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Couldn’t Load Comments
It looks like there was a technical problem. Try reconnecting or refreshing the page.
bottom of page